terça-feira, fevereiro 27, 2007

Teatro-Cine da Covilhã - Uma Sala Com História(s)








O Teatro Cine da Covilhã é um espaço privilegiado de Cultura da Cidade da Covilhã em pleno Centro Histórico. Com largas dezenas de anos, foram muitos os que já passaram pelo Teatro.

Hoje em dia, em que se assiste à renovação das antigas Salas de Espetáculo, esperamos que o Teatro Cine seja ele, também, alvo de uma renovação. Por exemplo, todos sabemos que as cadeiras da sala há muito que ultrapassram o prazo de validade.

No entanto, aqui ficam algumas fotos, que mostram a grande riqueza, beleza e magia que este velhinho Teatro encerra. Um forte aplauso por resistir!

segunda-feira, fevereiro 26, 2007

Curso de Direcção Técnica de Bandas







Director e Adjunto da Banda da Covilhã participaram no passado sábado em St Maria da Feira e mais um Curso de Direcção Técnica de Bandas com o Maestro Petit (Zamora). O evento foi organizado pela empresa Cardoso e Conceição.

Concerto - Quinteto de Sopros - EPABI








Na passada Sexta-feira, como anunciado aqui no blog, decorreu no Piano Bar - Teatro Cine, um Mini Concerto por um dos muitos agrupamentos de Música de Câmara da EPABI. Um momento agradável, com uma introdução em Oboé, pelo João Barroso de fazer cortar a respiração. Siguiram-se outras obras, animadas e com ritmo pelo quinteto. Flauta: Andreia Baptista; Fagote: José Domingues; Clarinete: Tiago Rabaça; Trompa: Luís; e Músicos Convidados em Percussão: Cedric e André. No final ainda houve tempo para entrevistas para URBI@ORBI.

Cara a Cara - Entrevista - O Interior


«Queremos que o Museu dos Sons tenha impacto mundial»
O Interior - 22 FEV 2007. Por Ricardo Cordeiro. http://www.ointerior.pt

P – Quais os principais projectos que a nova direcção da Banda da Covilhã pretende implementar?
R – Temos duas estratégias para este biénio. A primeira é apostar na formação, dando continuidade ao projecto, iniciado em Setembro, "Escola de Música – Escola de Valores", por se tratar do baluarte e da sustentação da Banda Filarmónica, que é a principal actividade da associação. Temos outros projectos muito abrangentes, caso do segundo estágio da "Banda Sinfónica da Beira Interior", entre 30 de Julho a 3 de Agosto, que se destina a formar e qualificar os músicos filarmónicos a nível regional, contando com cerca de 90 participantes. Na Primavera de 2008 queremos organizar o primeiro Festival "Música em Festa", que consiste no aproveitamento de cinco igrejas e oito salas, no centro da cidade, para espectáculos em que queremos juntar cerca de mil participantes de todas as associações dos distritos de Castelo Branco e da Guarda e mais duas ou três de renome nacional.

P – A animação do centro histórico é um objectivo?
R – Exactamente. Uma vez que a nossa sede se situa no centro histórico da Covilhã, que está a ficar mais despovoado devido ao crescimento da cidade na sua zona baixa, temos vários projectos para a sua dinamização. O primeiro acontece já em Março e é o Concerto da Primavera, em que queremos convidar um coro e e a poetisa Maria Alice Peixeiro. Para o dia 9 desse mês está agendada a projecção do filme "Ainda há pastores", às 21h30, no Teatro-Cine. Para dia 21 de Abril estamos a organizar um Concerto Moda e Música, em que a Banda da Covilhã vai musicar uma passagem de modelos das colecções Primavera-Verão das lojas de pronto a vestir do centro da Covilhã. Depois há o projecto "Os jovens ao encontro do Centro Histórico", para dinamizar a nossa sede. Para tal, estamos a estabelecer protocolos com a universidade e as escolas para aproximar os jovens da colectividade. Em Assembleia-Geral foi aprovado que os sócios até aos 18 anos ficam isentos de pagar quota.

P – Quantos músicos tem a Banda actualmente?
R- O número é variável, isto porque estamos a começar um projecto do zero. Poderemos dizer que a banda terá 25 músicos, mas uma percentagem deles são alunos da Escola Profissional e outros da UBI. Daí a importância de criarmos a nossa própria escola para termos os nossos músicos. A banda atravessou um processo difícil, com a reforma das pessoas com mais idade e dos mais novos terem ido estudar para fora. Por isso tem que haver uma escola dinâmica e activa. Antes de eu vir para cá, a escola esteve dois anos inactiva e isso reflecte-se agora na falta de músicos. Já temos uma escola com 10 músicos e o objectivo é que esse número continue a crescer no futuro.

P – A falta de instrumentos é um problema da associação?
R – É um problema muito grave, porque em 1992 ardeu tudo. Em cinco meses, a associação teve que comprar o instrumental todo e os donativos não eram muitos. Então adquiriu-se o mais barato e, como diz o ditado, "o barato sai caro". Passados estes anos, precisamos de renovar o instrumental e no ano passado conseguimos comprar dois saxofones e alguns instrumentos de percussão. Este ano tivemos um donativo que nos vai permitir comprar dois clarinetes e, pouco a pouco, queremos fazer actividades para juntarmos dinheiro e comprar mais. Temos 40 instrumentos e desses posso dizer que oito estão bons.

P – O Museu dos Sons é uma ambição para concretizar quando?
R – É um projecto a longo prazo. Podem pensar que somos megalómanos, mas a nossa ideia é criar um museu que tenha divulgação e impacto a nível mundial e isso é possível. Abrangeria várias vertentes, uma seria a física dos sons, com várias salas onde os visitantes poderiam perceber o que se passa desde a parte fisiológica à parte física da análise dos sons. Outra área estaria mais ligada às neuro-ciências, onde seriam evidenciadas as diferentes partes do nosso cérebro associadas à música. Queremos também que a escola de música possa funcionar no edifício, para que os visitantes sejam surpreendidos com os ensaios, para além de pretendermos recuperar o espólio, em colaboração com outras associações. Queremos juntar esses instrumentos no Museu dos Sons para promover também essas colectividades.

P – Onde é que poderá surgir?
R- É um projecto ainda em fase de elaboração, estamos a estabelecer contactos para podermos ter uma parceria com a UBI. Também apresentámos o projecto à Câmara e vamos tentar encontrar um espaço onde possa ser implementado. É uma iniciativa que envolverá muitos milhares de euros.

P – O que é o Concelho Filarmónico?
R – É outra actividade para dinamizar o centro histórico que foi muito bem recebida. Agendado para 9 de Junho, o "Covilhã Concelho Filarmónico 2007" pretende juntar as nove bandas do município em actividade, seis já aderiram ao projecto. A ideia é dinamizar as filarmónicas, estabelecer protocolos, trabalhos de equipa e, acima de tudo, homenagear o seu trabalho em prol da formação cultural, bem como divulgar e recuperar o trabalho de compositores locais. Em termos práticos, vamos formar uma mega-banda com mais de 200 músicos, que vai ensaiar durante todo o dia.

sexta-feira, fevereiro 23, 2007

Não fique em Casa!


COVILHÃ: Piano Bar no hall do Teatro-Cine. Sexta-Feira, 23 de Fevereiro de 2007. O Quinteto de Sopros e o Grupo de Percussão da Escola Profissional de Artes da Beira Interior actuam, hoje, no hall do Teatro-Cine da Covilhã. O espectáculo está marcado para as 21h30 e é organizado pela autarquia. As iniciativa, intitulada Piano Bar, terá continuação até Maio.

NISA: Entre os dias 21 e 25 realiza-se no Cine Teatro de Nisa o IX Festival de Cinema Alternativo, promovido pela Associação para Iniciativas para a Juventude de Nisa (INIJOVEM). O Festival é dedicado ao fantástico e ao terror.

CASTELO BRANCO: Cine-Teatro Avenida recebe dois concertos. Sexta-Feira, 23 de Fevereiro de 2007. O (Des)Concertante Trio, grupo criado pela Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco, actua na Sala da Nora do Cine-Teatro Avenida, hoje, às 21h30. O colectivo é orientado por Paulo Jorge Ferreira e integra os músicos Carisa Marcelino (acordeão), Sérgio Neves (clarinete) e Ana Luísa Marques (violoncelo). Do seu repertório fazem parte obras de compositores portugueses compostas expressamente para o grupo.

A casa de espectáculos albicastrense é palco, domingo, de outro espectáculo musical. Quando forem 16h00, actua a BANDA da União Filarmónica do Troviscal, no âmbito da iniciativa Bandas em Concerto, promovida pela autarquia local e M/C - Região Centro.


GUARDA: Os Miso Ensemble, com Alain Neveux e Robert Glassburner, actuam no pequeno auditório do TMG no sábado, 24. O espectáculo é apresentado às 21h30. O grupo Miso Ensemble é a principal proposta do Teatro Municipal da Guarda para a noite de amanhã. Com actuação preparada para o Pequeno Auditório, às 21h30, o colectivo português apresenta-se com alguns convidados. Ao duo inicial constituído por Paula Azguime (flauta) e Miguel Azguime (percussão e electrónica) junta-se o fagotista Robert Glassburner e o pianista Alain Neveux. Em conjunto, vão dar a conhecer grande parte das peças que compõem os novos discos do grupo, intitulados “Electricity+” e “Improvisations 3”.

CASTELO BRANCO: Quarta-feira, 28, o Cine-Teatro Avenida recebe um espectáculo multimédia, uma mostra de curtas-metragens e um concerto de música de câmara da ESART. O evento começa às 21h30.

quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Palácio dos Músicos = Palácio de Oportunidades

Ao comemorar o seu 12º Aniversário, a empresa Cardoso e Conceição (CC), inaugurou o site www.palaciodosmusicos.com

Foi com muito agrado e satisfação, que desde o primeiro minuto me congratulei com a empresa CC por mais esta iniciativa dedicada aos músicos, maestros, compositores, marcas de instrumentos e bandas filarmónicas.

Este é um dos raros exemplos em que uma empresa com fins comerciais, se disponibiliza e dá um passo em frente naquilo que deve, pode ser, a promoção dos músicos. Não tenho dúvidas de que esta iniciativa contribuirá para que a nossa realidade no mundo filarmónico fique mais rica, inovadora e acima de tudo com mais qualidade.

O excelente aspecto gráfico e a facilidade com que se “navega pelo site” permitem ao utilizador facilmente encontrar o que procura. Desde notícias, eventos, fotos, instrumentos, etc… tudo pode ser consultado rapidamente e eficientemente.

Depois existe outra vertente, que também considero muito importante: o menu artistas, onde podemos encontrar dos mais prestigiados instrumentistas, maestros e compositores. Na área dos instrumentistas, a CC tem sabido organizar e realizar de forma exemplar várias iniciativas que mais uma vez visam o contacto de tantos jovens com professores de elevado curriculum, e são já muitos os que colaboraram, colaboram com a CC. O recente acordo assinado com o Professor/Maestro Saiote, é um excelente exemplo nesta área. Estou expectante e acredito que brevemente no palaciodosmusicos.com várias iniciativas com o Professor Saiote serão anunciadas.

Por outro lado, a CC, tem tido uma participação inigualável em Portugal com grande dinamismo na divulgação, promoção de jovens compositores. É de facto um trabalho extraordinário nessa área. Basta recuar menos de 10 anos atrás, e que havia de composições de autores portugueses? A nível local algumas, mas com relevo e a nível nacional foi a CC a grande pioneira ao estabelecer contractos, ao encomendar obras, e não menos importante ao proceder à sua divulgação.
O apoio dado à Banda Forúm (http://www.bandaforum.net) não tem limites. Desde a primeira hora que a CC apoiou a iniciativa. Uma ideia original e que juntou recentemente 1200 pessoas no 1º aniversário no Europarque no dia 12 de Novembro de 2006. A 1ª Banda do Mundo criada virtualmente através do site http://bandasfilarmonicas.com, que conta também com o patrocínio da CC.

O apoio a páginas de grandes instrumentistas. Cito por exemplo a página da grande clarinetista e amiga Cândida Oliveira (http://www.candidaoliveira.com) que pode ajudar ainda mais a valorizar os nossos instrumentistas e a Música em geral.

Por último gostaria de expressar um grande BEM HAJA ao Sr. Mário Cardoso e Conceição (responsável pela equipa empresarial CC) e dizer-lhe que só uma pessoa com a sua grande visibilidade, sensibilidade, entusiasmo e empenho na divulgação e promoção da Música Filarmónica e tudo o que gira á sua volta poderia criar um Palácio, “onde os músicos são os reis e os tesouros os muitos projectos”. Como tal para mim palaciodosmusicos é sinónimo de palácio de oportunidades, no sentido em que tudo o que de muito bom acontece no meio filarmónico está lá, de uma forma ou de outra.

Parabéns pela excelente iniciativa de comemorar estes 12 anos ao serviço da comunidade Filarmónica através de um site exemplar.

JEB Cavaco

Câmara de Idanha e Conservatório assinam protocolo

A Câmara Municipal de Idanha -a-Nova e o Conservatório Regional de Castelo Branco firmaram um protocolo. O Conservatório compromete-se a dar formação, promoção da cultura, cursos, etc.. e a Câmara disponibiliza o espaço físico, apoio na deslocação de docentes, apoio de 50% na matrícula e propina desde que o aluno resida no Concelho. E mais: confere a todos os alunos que certifiquem a sua presença à Banda Filarmónica Idanhense um apoio de 100 por cento sobre o valor da matrícula e da propina. Além disso, a Autarquia participa com uma verba de 40.000 euros para actividades/ano.

Bem, com estas condições vale a pena trabalhar. Mais uma aposta na formação e nas Bandas. Parabéns à Câmara de Idanha e à sua Banda.
In: Notícias da Covilhã, 22 FEV 2007

quarta-feira, fevereiro 21, 2007

Concerto de Carnaval - EPABI - "Um Show de Música"








O Concerto de Canarval pelos alunos da EPABI, na passada sexta-feira mobilizou mais de 300 pessoas a assistirem a um concerto muito original e de muita boa disposição. De facto desde a entrada do maestro da orquestra de Cordas, ao grupo de percussão, grupo de metais no balcão, as notas, as máscaras, e muita boa disposição fizeram do Concerto um Serão excelentemente bem passado. Parabéns aos responsáveis e todos os participantes. Fotos de Nuno Santos Dias

sexta-feira, fevereiro 16, 2007

Pós-Graduação - Direcção de Bandas - Orquestra de Sopros

Em Portugal existem cerca de 780 Bandas Filarmónicas e 10 Bandas Militares que têm desempenhado um importante papel no desenvolvimento social, cultural e pedagógico.

Os jovens procuram cada vez mais as bandas para obter uma aprendizagem musical e para se prepararem para o ingresso nos conservatórios e academias de música o que implica uma melhor preparação dos docentes e em especial do Maestro.

A pós-graduação em Direcção de Bandas pretende dar resposta a esta situação ao formar especialistas com elevada formação científica e técnica.

Destinatários: Licenciados em Composição, Instrumento, Musicologia, Formação e Educação Musical.Detentores de curso superior em áreas pedagógicas com curso geral do Conservatório ou equivalente.Maestros de Bandas.

Início: Março de 2007 a Fevereiro de 2008 - Inscrições Abertas

Mais informações em: info@viseu.ipiaget.org
http://www.ipiaget.org (ver em pós-graduações - Piaget de Viseu)

quinta-feira, fevereiro 15, 2007

quarta-feira, fevereiro 14, 2007

Covilhã - Concelho Filarmónico 2007


Mais uma Banda do nosso Concelho aderiu ao Projecto:
Filarmónica São João da Beira. Os Nossos Parabéns.
Com a entrada desta Banda no projecto - já foram ultrapassados
os 200 Músicos da Mega Banda. Vamos aguardar pela resposta das restantes 3.

Concerto de Carnaval - EPABI - Orquestra de Cordas - Grupo de Percussão

Câmara da Covilhã entrega 40 Violinos


A Câmara Municipal da Covilhã na pessoa do seu Presidente, Ex. Dr. Carlos Pinto entregou ontem à tarde num acto acto simbólico no Salão Nobre dos Paços do Concelho 40 violinos a 40 crianças do 1º Ciclo da Covilhã (Escola de S. Domingos), que participam no projecto «Viver a Música». Estão assim reunidas as condições para que no final do ano seja apresentada a orquestra infantil à semelhança de um projecto pioniero já existente no nosso país - os violinos da Metropolitana - que através do método SUZUKI tem alcançado grande êxito.

O Projecto conta com a participação da edilidade covilhanense, do Orfeão da Covilhã / Conservatório de Música da Covilhã e da Escola Profissional de Artes da Covilhã, tendo como coordenador o prof. Rogério Peixinho.

Parabéns Covilhã - mais um passo na formação Musical do Concelho!

Banda da Covilhã - Uma Nova Imagem

























2007 - Um novo Logo - associado a uma imagem mais actual e moderna. da autoria de Eduardo Miguel da empresa www.underline.com.pt

terça-feira, fevereiro 13, 2007

URBI@ORBI - Banda apresenta programa de actividades

Banda da Covilhã apresentou o seu programa de actividades para os próximos dois anos. Até 2008, a instituição pretende, entre vários concertos e eventos, conseguir chegar aos mil sócios.
> Eduardo Alves > http://www.urbi.ubi.pt

Já é conhecido o programa de actividades que a nova direcção da Banda da Covilhã pretende levar a cabo nos próximos dois anos.

A equipa que foi eleita há cerca de 15 dias apresentou agora as principais actividades para o seu mandato.Ajudar a revitalizar o Centro Histórico da Covilhã é um dos principais objectivos para a banda. Uma meta que, a princípio pode até considerar-se fora das actividades tradicionais de uma banda de música. Mas os responsáveis por este organismo esperam conseguir trazer para o centro da Covilhã “jovens e actividades musicais”. Projectos que vão estar interligados com outras associações e entidades, como a Câmara da Covilhã, a Associação Académica da Universidade da Beira Interior (AAUBI) e várias filarmónicas do concelho.

De entre as principais actividades marcadas para o biénio, destaque para a continuação da “Escola de Música/Escola de Valores”, que funciona na sede da banda. Sede essa que a nova equipa pretende dinamizar ainda mais. Para tal, os responsáveis agora eleitos querem chegar aos mil sócios. E esta campanha tem nos jovens o público-alvo. Isto porque, durante este mandato, uma das iniciativas a implementar pelos “Sócios sem cotas”. Todos os jovens com menos de 18 anos que se tornem associados da Banda da Covilhã, podem usufruir de todas as regalias de sócios e não pagam as respectivas cotas.

Já no próximo dia 21 de Abril, pelas 21.30 horas, o Teatro-Cine da Covilhã recebe o concerto “Moda e Música”, que tem como coordenadora, Cristina Serra e Rui Rodrigues na decoração. Em Maio será apresentado o primeiro DVD “Banda Sinfónica da Beira Interior”.

Para o dia 2 de Junho, a banda tem agendado um ballet infantil. A sala do Teatro-Cine da Covilhã acolhe, às 18 horas, “O comboio da fantasia”, interpretado pelos “Leões” de Moura.

Entre os dias 23 e 27 de Julho ou 30 de Julho e 3 de Agosto está também previsto o “II Estágio da Banda Sinfónica da Beira Interior”, esta actividade também integrada na dinamização do centro histórico.

Já este ano, a banda espera levar a cabo o Concerto Filarmónico 2007. Uma iniciativa que vai decorrer a 9 de Junho de 2007 na Praça do Município da Covilhã. Às 21.30 horas está previsto o desfile das bandas e às 22 horas, um concerto com os participantes neste evento. Esta iniciativa tem uma característica bastante singular, isto porque, segundo os responsáveis pela Banda da Covilhã, são esperados 200 músicos para integrar uma “Mega Banda”. Este número será alcançado através da participação de músicos da Banda da Covilhã, das bandas filarmónicas de Casegas, Paúl, Cortes e Vila do Carvalho e também da Filarmónica Popular de Verdelhos, Filarmónica Recreativa Eradense, Filarmónica de São João da Beira e Filarmónica Recreativa Estrela de Unhais da Serra.

Para a Primavera de 2008, a Banda da Covilhã quer promover o I Festival Música em Festa. Uma iniciativa que decorre durante três dias, nos quais se pretendem apresentar cem concertos em 13 espaços diferentes, com a participação de mil músicos.

segunda-feira, fevereiro 12, 2007

Banda da Covilhã - Grande Destaque no Diário XXI -

Banda da Covilhã quer dinamizar centro histórico
Tomada de posse de novos órgãos sociais.
O crescimento da escola de música continua a ser a principal meta da associação que quer contribuir para a dinamização do centro histórico da cidade covilhanense

DANIEL SOUSA E SILVA - http://www.diarioxxi.com

A Banda da Covilhã quer tornar-se um parceiro activo na dinamização do centro histórico da cidade da Covilhã e já tem planeadas diversas actividades para este ano. O anúncio foi feito na última quinta-feira, dia 8, durante a tomada de posse dos novos órgãos sociais da associação para o biénio 2007/08.

A organização do “Concerto – Moda e Música”, a 21 de Abril no Teatro-Cine, é um dos exemplos da nova orientação da Banda. “Vamos convidar as lojas de pronto-a-vestir a apresentar as suas colecções de Primavera-Verão e assim damos uma ajuda aos comerciantes”, defende Eduardo Cavaco, vice-presidente da associação. O evento terá a coordenação da estilista do Teixoso, Cristina Serra.

Outra iniciativa já agendada é a realização do “I Covilhã – Concelho Filarmónico”, para 9 de Junho. Está já confirmada a presença de 5 bandas filarmónicas do concelho, totalizando “quase 200 músicos”, clarifica Eduardo Cavaco, para quem o objectivo é “dignificar o trabalho das bandas, mostrando-as à população através de um desfile pelas ruas da cidade e terminando com um concerto na Praça do Município”.

Na mesma linha, a Banda pretende levar mais jovens ao centro histórico através da dinamização da própria sede, junto ao Jardim Público da Covilhã, para além da intenção de organizar um arraial de S. João nos dias 22, 23 e 24 de Junho. “Já foi uma grande tradição na cidade e queremos reavivá-la”, refere Eduardo Cavaco.

Também assegurada está a segunda edição do “II Estágio – Banda Sinfónica da Beira Interior”. Segundo o vice-presidente da Banda, “a primeira edição foi um sucesso e estamos a alinhar pormenores para que aconteça no final de Julho ou início de Agosto, com a presença de 80 alunos”.

ESCOLA DE VALORES
Apesar da organização de eventos culturais, “a principal aposta continua a ser a evolução da escola de música”, frisa João Paulo Azevedo, presidente da Banda, sublinhando que “a sua gratuitidade não quer dizer ausência de qualidade, bem pelo contrário”. Acima de tudo, pretende ser “uma escola de valores”, acrescenta Eduardo Cavaco. Neste âmbito, a associação pretende continuar a angariar fundos para a compra de novos instrumentos.

Um dos passos que está a ser dado nesse sentido é a filiação da Banda da Covilhã no INATEL. “Abre-nos a porta para subsídios específicos relacionados com instrumentos”, esclarece João Paulo Azevedo.

Do acto eleitoral de dia 3 de Fevereiro resultou a recondução de João Paulo Azevedo como presidente da direcção da colectividade, agora com Eduardo Cavaco na vice-presidência. A Assembleia-geral é presidida por António Peixoto Carrilho, enquanto o Conselho Fiscal é liderado por Victor Mota.

Museu dos Sons “é para o longo prazo”
O Museu dos Sons é o mais ambicioso projecto apresentado pela Banda da Covilhã, embora os seus dirigentes reconheçam que “só terá viabilidade para o longo prazo, pois custará centenas de milhares de euros”, refere Eduardo Cavaco. A ideia é “criar um museu dinâmico, que nos distinga a nível mundial”, sustenta. De acordo com o responsável, o museu – ainda sem localização prevista – terá duas vertentes. “Gostaríamos e abordar a física dos sons, ou seja, ter uma série de experiências onde se pudesse educar para o funcionamento do mundo dos sons, e por outro lado, abordar a investigação científica, onde, por exemplo, se mostraria quais as áreas do cérebro que se activam quando se ouve música”, explica Eduardo Cavaco.

Banda da Gouveia Apresenta programa de LUXO na Figueira




Foi com enorme prazer que a Banda da Covilhã se associou à magnífica participação da Banda
da Sociedade Musical Gouveense, que no passado domingo e sob a direcção do Maestro Helder Abreu, realizou um Concerto pelas 17h00, no Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz integrado no programa "Bandas em Concerto" organizado pela Delegação Regional de Cultura do Centro.

A Banda da Covilhã esteve representada pelo seu director, que também é instrumentista em Clarinete e que a acedeu ao convite de colaborar com a Banda de Gouveia. A visita do Director, José Eduardo Cavaco serviu ainda para visitar a sede da Banda, falar com directores, Maestro e músicos no sentido de possíveis colaborações futuras.

Uma Banda Jovem, com enorme dinamismo, resultante de uma forte aposta na formação dos seus quadros, com mais de 70% a frequentar escolas de música. O mesmo se refletiu no repertório apresenatdo, arrojado, de elevado grau, mas de enorma satisfação para os músicos e gáudio do público.

O programa do Concerto foi:
• Persis - James Hosay
• Olympiada - Samuel Hazo
• Portrait of a City - Philip Sparke
• Cassiopeia - Carlos Marques
• El Camino Real - Alfred Reed
• Backdraft - Hans Zimmer, arr. Masato Myokoin
• La Storia - Jacob de Haan
• Frank Sinatra Hits Medley - arr. Naohiro Iwai

Houve tempo ainda para homenagear o Presidente da Câmara de Gouveia, que apoia e aplaude o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela Banda da bonita cidade de Gouveia.

Um aplauso a esta inciativa e a todos os intervenientes, e em particular a todos os que nos receberam de forma tão simpática e "saborosa".

sexta-feira, fevereiro 09, 2007

Banda da Covilhã Apresenta . AINDA HÁ PASTORES?



A Banda da Covilhã, como o apoio da Câmara Municpal da Covilhã Organiza a passagem do FILME: Ainda há Pastores? de Jorge Pelicano. http://aindahapastores.blogspot.com


DATA: Sexta-feira, 9 de Março de 2007
LOCAL: Teatro-Cine da Covilhã
HORA: 21:30
Entrada: 4€

Tomada de Posse - mais uma vez a sala encheu!

Ontem pelas 18:10 teve lugar a tomada de posse da recém-eleita Direcção da ARCM - Banda da Covilhã. Após a abertura pelo Presidente da Assembleia Geral, foram chamados um a um os novos dirigentes para que procedessem à sua assintura e compromisso de honra. Depois todos os sócios presentes foram convidados a assinar.

No final um forte aplauso foi o mote para que o Presidente - João Paulo proferisse umas breves palavras sobre os pontos fortes e as apostas da Banda - com destaque para a Escola de Música e Renovação de todo o Instrumental da Banda.

O vice-Presidente e Director Artístico José Eduardo Cavaco apresentou os principais projectos, os quais merecerão destaque nas próximas semanas.

quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Hoje - Tomada de Posse da Nova Direcção


Hoje, quinta-feia dia 8 de Fevereiro, pelas 18:00 terá lugar na sede Social da A.R.M.C. - Banda da Covilhã a tomada de posse da nova Direcção.
A tomada de posse será presidida pelo Presidente da Assembleia Geral, Sr Peixoto.
De seguida será dado destaque aos projectos da Colectividade para 2007-8 numa apresentação
multimédia aberta a toda a comunicação social.
No filal será servido um Filarmónico de Honra.
Desde já convidamos todos a assistir e a participar.

Nas próximas semanas daremos conta dos projectos aqui no blog.

quarta-feira, fevereiro 07, 2007

1º Reunião - I Covilhã - Concelho Filarmónico - 2007





Decorreu no passado dia 3 de Fevereiro, pelas 18:00 na sede da Banda da Covilhã a 1º Reunião sobre o Projecto: I Covilhã - Concelho Filarmónico 2007.
Estiveram presentes as seguintes Bandas:
1- Banda da Covilha - Organização e Apresentação do Projecto
2 - Filarmónica Recreativa Carvalhense
3 - Filarmórnica Recreativa Cortense
4 - Filarmónica Recreativa Eradense
5 - Sociedade Filarmónica Recreativa Estrela de Unhais da Serra

e em representação da Câmara Municipal, Sr.º Paulo Rosa - Adjunto do Presidente da Câmara Municipal da Covilhã - Dr Carlos Pinto.

Todas as Bandas presentes aderiram ao Projecto de uma forma entusiástica que conta com o apoio da CMC; o mesmo irá agora desenvolver-se em várias fases. As restantes 4 Bandas do Concelho não presentes na Reunião ficaram de dar uma resposta até final do mês de Fevereiro. No final da Reunião foi servido um lanche a todos os presentes.

Os Objectivos do Projecto são:
- Dinamizar as Bandas Filarmónicas do Concelho da Covilhã.
- Estabelecer contactos/protocolos de trabalho de equipa.
- Valorizar, dignificar e homenagear o trabalho de dezenas de anos das Filarmónicas.
- Promover a cultura regional a nível nacional.
- Divulgar e recuperar o trabalho de compositores locais.
- Dignificar a imagem das Bandas, como merecem

Reportagem Fotográfica - Criatividade Musical





Fotos da Autoria do Prof. Nuno Santos Dias - ver reportagem noutro post publicado anteriormente.

terça-feira, fevereiro 06, 2007

Fomos Notícia - URBI@ORBI

Banda da Covilhã com nova direcção
> Eduardo Alves > Urbi@Orbi > http://www.urbi.ubi.pt

A nova direcção da Banda da Covilhã vai tomar posse no próximo dia 8, pelas 18 horas. Um dos primeiros actos desta equipa passa pela apresentação das actividades para 2007.

A Banda da Covilhã tem novos órgãos sociais. Das eleições do passado dia 3 resultou uma nova equipa directiva. Os membros agora eleitos vão tomar posse no próximo dia 8 de Fevereiro, pelas 18 horas, na sede da banda, junto ao Jardim Público da Covilhã.Depois deste acto solene, a nova direcção vai apresentar o Plano de Actividades e Projectos previsto para o biénio 2007/2008. A sessão será finalizada com a actuação da filarmónica.Do acto eleitoral de dia 3 de Fevereiro resultou a seguinte equipa: António Peixoto Carrilho, presidente da Assembleia-geral, José Pedro Dionísio Matias, vice-presidente da Assembleia-geral, Luís Manuel Matos Proença, secretário da Assembleia-geral. João Paulo Fonseca Azevedo assume o cargo de presidente da direcção, José Eduardo Brites Cavaco, vice-presidente da direcção, Margarida Alves P. Henry Robbins, secretária da direcção, Dora Margarida Ribeiro Charro Rodrigues, tesoureira da direcção, como vogais da direcção foram também eleitos; Maria Celeste Chaves Valente, David da Silva Lopes, António Monteiro, António Arlindo Silva Duarte, Nuno Santos Dias, Mário José Teixeira Pereira. Para o Conselho Fiscal foi eleito como presidente, Victor Manuel Ascensão Mota, como secretário, Vítor Manuel Jesus Silva e como relator, Joaquim Garra.

segunda-feira, fevereiro 05, 2007

Instrumentos comprados - 2006 - Ofertas Recebidas




No decorrer do ano 2006, a Banda da Covilhã adequiriu vários instrumentos, que ficaram expostos durante a Assembleia-geral.
2 saxofones-altos - apoio do Ministério da Cultura - mérito de um projecto apresentado por esta colectividade.
1 trompete - apoio da empresa Cardoso e Conceição (www.palaciodosmusicos.com), empresa de grande prestígio Nacional e grande impulsionadora das Bandas da Filarmónicas. Bem Haja!
10 pequenos instrumentos de Percussão.

No entanto, e face à actual situação do instrumental da Banda, as necessidades actuais são de total renovação. Todos os apoios são bem vindos.

No ano de 2006, recebemos várias lembranças, mercê da nossa participação em Festivais de Bandas e 62 Aniversário.

Numerosa Assistência Participou na Assembleia Geral




A tosdos os Sócios - Obrigado pela Vossa Participação e Sugestões.